História

No inicio da colonização Portuguesa, a região onde se situa hoje o estado do Paraná fazia parte da capitania de Santo Amaro. Em 1539, o Paraná foi submetido á autoridade de São Vicente, hoje, um município de São Paulo. A exploração da região foi iniciada a partir de 1531, quando uma expedição partiu de Cananéia em busca de ouro e prata.

A colonização do litoral começou na segunda metade do século 16, com um pequeno povoado na ilha de Cotinga, hoje, no município de Paranaguá.

No século 17, já existiam as vilas de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (Curitiba) e a de Paranaguá. No final daquele século descobriram-se minas de ouro, que atraíram muitos exploradores para o interior do atual Paraná.

A partir de 1737, tropeiros passaram a usar o Caminho Real do Viamão, ligando a região serrana do Rio Grande do Sul a São Paulo, passando por Curitiba.

No final do século 18, após o ciclo do ouro, a atividade econômica do atual território do Paraná passou a ser dominada pela pecuária. Nessa época, a Bahia voltou a ser a capitania mais rica do Brasil.

1808 - a Família Real chegou em Salvador.

1822 a 1823 - Guerra da Independência.

No século 19, começaram a chegar grande número de imigrantes asiáticos e europeus, especialmente alemães, italianos, poloneses e ucranianos, que se dedicaram principalmente à agricultura.

Até boa parte do século 19, o Caminho do Itupava era a principal ligação do litoral com o alto planalto paranaense. Em 1830, o baiano José Carlos Pereira de Almeida Torres, então presidente da Província de São Paulo, ordenou seu calçamento e outras melhorias. No final do século 19, iniciou-se a construção de ferrovias no Paraná.

O Paraná tornou-se província em 19 de dezembro de 1853, pelo desmembramento da antiga comarca ligada a São Paulo. O primeiro presidente da nova província foi o baiano Zacarias de Góes e Vasconcellos (1815-1877). O Conselheiro Zacarias foi o responsável pela instalação das instituições que fizeram funcionar o nova Província, incluindo a Assembleia. O baiano convidou Cândido Martins Lopes, de Niterói, para instalar a Typographia Paranaense, inaugurada em 1854, a primeira do Paraná. Zacarias também mandou construir a Estrada da Graciosa.

Nos anos seguintes, como Província, o Paraná teve lidar com a elevada criminalidade. Em seu combate, destacou-se o baiano Francisco Liberato de Mattos, presidente do Paraná, de 1857 a 1859. Mattos também promoveu a atração e a integração de colonos estrangeiros no Paraná, principalmente para apoio à lavoura. Ele também criou a linha de navegação entre Antonina e Paranaguá.

Com a República, em 1889, o Paraná passou a ser um estado do Brasil.

Em 1893, eclodiu a Revolução Federalista, no Rio Grande do Sul, que se estendeu até Santa Catarina e Paraná. Os revolucionários federalistas estabeleceram sua base de operações na Ilha de Santa Catarina. Em 1894, houve o Cerco da Lapa, no Paraná. Em 11 de fevereiro, após 26 dias de brava resistência, Lapa foi tomada pelos maragatos, que seguiram para Curitiba. O governador havia se retirado da Capital Paranaense, onde os federalistas se estabeleceram até maio de 1894. Depois, foram detidos pelas tropas de Floriano Peixoto.

A Revolução Federalista foi uma guerra sangrenta, pacificada pelo baiano Galvão de Queiroz, que negociou a paz, em agosto de 1895.

No final do século 19, a erva-mate destacou-se na economia do Paraná.

De 1912 a 1915 houve a Guerra do Contestado, envolvendo a posse de territórios entre o Paraná e Santa Catarina.

 

 

Historia Curitiba

 

Paraná

 

A Praça Tiradentes, em Curitiba, por volta de de 1960. Ao fundo, a Catedral Metropolitana. Local de fundação da capital paranaense. Mais História de Curitiba

 

 

Zacarias

 

Paraná

 

Mapa Seculo 19

 

Paraná em 1640.

 

O baiano Zacarias de Góes e Vasconcellos fundou a Província do Paraná, em 1853.

Treze baianos governaram o Paraná.

Quatro baianos antes da fundação do Província do Paraná, como presidentes da Província de São Paulo: José Carlos Pereira de Almeida Torres (1829-1830 e 1842-1843), José da Costa Carvalho (1842), José Tomás Nabuco de Araújo Filho (1851-1852) e Carlos Carneiro de Campos (1852-1853).

Nove baianos governaram o Paraná desde a fundação da Província. Além de Zacarias, foram Francisco Liberato de Mattos (1857-1859), Antônio Luís Affonso de Carvalho (1869-1870), Rodrigo Otávio de Oliveira Meneses (1878-1879), Manuel Pinto de Sousa Dantas Filho (1879-1880), Sancho de Barros Pimentel (1881-1882), José Cerqueira de Aguiar Lima (1890-1891), Tertuliano Teixeira de Freitas (1894) e Mário Gomes da Silva (1946-1947).

 

 

Charles Darwin

 

São Vicente

 

Historia Brasil

 

Sul do Brasil

 

Universidades Curitiba

 

Morretes

 

Geografia do Paraná

 

Praça Tiradentes Curitiba

 

História

 

Copyright © Guia Geográfico - História do Estado do Paraná.

 

Historia Parana

 

 

História